Novo ano, novo shell: Fish 3.0 para macOS lançado

A recomendação básica para usuários de Mac que entram no terminal de suas máquinas de vez em quando é nossa Já em 2017, você deve dar uma olhada na Fish Shell.

A alternativa livre à concha bash instalada na fábrica vem, entre outras coisas, da caneta de um funcionário antigo da Apple e passa por uma simples criação de scripts. Realce de sintaxe, arquivos de configuração claros, autocompletar e realce de sintaxe útil em.

Agora Fish (abreviação de: “Friendly Interactive Shell”) está disponível para download na versão 3.0. Um comunicado acompanhado de um extenso folheto que reimplementou, lançou ou melhorou substancialmente muitos recursos. Então, um momento perfeito para mudar para o Fish.

O fish 3 é um lançamento importante, que introduz algumas mudanças de quebra e funcionalidade aprimorada.

Similar ao ZSH Shell, Fish entende como completar automaticamente os comandos do terminal de entrada (e se orienta mesmo com as referências de comando das páginas MAN), suporta a saída True Color de 24 bits e pode ser configurado com a ajuda de sua própria interface da Web.

Configuração de Peixe

Para usuários de Mac que querem mudar para o Fish (talvez até uma versão de teste), um instalador e um aplicativo de terminal simples estão disponíveis para download – usuários avançados também podem instalar Fish usando o brew install fish via Homebrew.>

Veja a extensa documentação do Fish aqui – quem mais pode experimentar Fish aqui no navegador.